A comunicação dos resultados de investigação representa uma componente fundamental no trabalho dos investigadores. Alguns dos benefícios da comunicação da pesquisa científica são:

  • a validação da pesquisa;
  • a evolução na carreira;
  • o aumento da credibilidade e da visibilidade;
  • o aumento das oportunidades de colaboração com outros grupos de trabalho;
  • o aumento da possibilidade de angariar futuros financiamentos.
No entanto, as boas práticas de pesquisa bibliográfica e de escrita científica são frequentemente negligenciadas ou desconhecidas, principalmente por quem dá os primeiros passos na carreira científica, com reflexos negativos na sua produção a curto prazo e vícios de forma a longo prazo. Este curso tem como principal objetivo dotar os formandos de conhecimentos e ferramentas imprescindíveis para se comunicar ciência.

A comunicação dos resultados de investigação representa uma componente fundamental no trabalho dos investigadores. Alguns dos benefícios da comunicação da pesquisa científica são:

  • a validação da pesquisa;
  • a evolução na carreira;
  • o aumento da credibilidade e da visibilidade;
  • o aumento das oportunidades de colaboração com outros grupos de trabalho;
  • o aumento da possibilidade de angariar futuros financiamentos.
No entanto, as boas práticas de pesquisa bibliográfica e de escrita científica são frequentemente negligenciadas ou desconhecidas, principalmente por quem dá os primeiros passos na carreira científica, com reflexos negativos na sua produção a curto prazo e vícios de forma a longo prazo. Este curso tem como principal objetivo dotar os formandos de conhecimentos e ferramentas imprescindíveis para se comunicar ciência.

A comunicação dos resultados de investigação representa uma componente fundamental no trabalho dos investigadores. Alguns dos benefícios da comunicação da pesquisa científica são:

  • a validação da pesquisa;
  • a evolução na carreira;
  • o aumento da credibilidade e da visibilidade;
  • o aumento das oportunidades de colaboração com outros grupos de trabalho;
  • o aumento da possibilidade de angariar futuros financiamentos.
No entanto, as boas práticas de pesquisa bibliográfica e de escrita científica são frequentemente negligenciadas ou desconhecidas, principalmente por quem dá os primeiros passos na carreira científica, com reflexos negativos na sua produção a curto prazo e vícios de forma a longo prazo. Este curso tem como principal objetivo dotar os formandos de conhecimentos e ferramentas imprescindíveis para se comunicar ciência.

A comunicação dos resultados de investigação representa uma componente fundamental no trabalho dos investigadores. Alguns dos benefícios da comunicação da pesquisa científica são:

  • a validação da pesquisa;
  • a evolução na carreira;
  • o aumento da credibilidade e da visibilidade;
  • o aumento das oportunidades de colaboração com outros grupos de trabalho;
  • o aumento da possibilidade de angariar futuros financiamentos.
No entanto, as boas práticas de pesquisa bibliográfica e de escrita científica são frequentemente negligenciadas ou desconhecidas, principalmente por quem dá os primeiros passos na carreira científica, com reflexos negativos na sua produção a curto prazo e vícios de forma a longo prazo. Este curso tem como principal objetivo dotar os formandos de conhecimentos e ferramentas imprescindíveis para se comunicar ciência.

A comunicação dos resultados de investigação representa uma componente fundamental no trabalho dos investigadores. Alguns dos benefícios da comunicação da pesquisa científica são:

  • a validação da pesquisa;
  • a evolução na carreira;
  • o aumento da credibilidade e da visibilidade;
  • o aumento das oportunidades de colaboração com outros grupos de trabalho;
  • o aumento da possibilidade de angariar futuros financiamentos.
No entanto, as boas práticas de pesquisa bibliográfica e de escrita científica são frequentemente negligenciadas ou desconhecidas, principalmente por quem dá os primeiros passos na carreira científica, com reflexos negativos na sua produção a curto prazo e vícios de forma a longo prazo. Este curso tem como principal objetivo dotar os formandos de conhecimentos e ferramentas imprescindíveis para se comunicar ciência.

Ao longo da história os cientistas utilizaram modelos animais de laboratório para obter conhecimento sobre a biologia estrutural e funcional dos animais incluindo dos homens. A maioria do que é conhecido da biologia humana, fisiologia, endocrinologia e farmacologia foi obtido através da experimentação animal. É de extrema importância a existência de uma unidade curricular que se dedique ao estudo do uso científico de modelos animais de doença e que aborde as questões éticas, legais e sociais desta utilização. Trata-se de uma unidade curricular multidisciplinar nas áreas das ciências da vida, da saúde, exatas, naturais, sociais e humanas. Concluindo, pretende-se que esta unidade curricular aborde a utilização de modelos animais de doença em várias dimensões, tais como a da: história; legislação e da ética; literatura; ilustração científica; comunicação da ciência e a da formação pedagógica e cívica.

A comunicação dos resultados de investigação representa uma componente fundamental no trabalho dos investigadores. Alguns dos benefícios da comunicação da pesquisa científica são:

  • a validação da pesquisa;
  • a evolução na carreira;
  • o aumento da credibilidade e da visibilidade;
  • o aumento das oportunidades de colaboração com outros grupos de trabalho;
  • o aumento da possibilidade de angariar futuros financiamentos.
No entanto, as boas práticas de pesquisa bibliográfica e de escrita científica são frequentemente negligenciadas ou desconhecidas, principalmente por quem dá os primeiros passos na carreira científica, com reflexos negativos na sua produção a curto prazo e vícios de forma a longo prazo. Este curso tem como principal objetivo dotar os formandos de conhecimentos e ferramentas imprescindíveis para se comunicar ciência.